Não sei se são as redes sociais, os aplicativos de relacionamento, as séries ou sei lá o que, mas quando o assunto é flerte os jovens estão, como uma amiga minha diria, abobalhados. É bem verdade que o flerte não é uma ciência absoluta com uma fórmula perfeita que servia pra todos, MAS existe uma certa noção do que é um jogo de interesse que está em falta na galera de 20-30 anos.

Dia desses postei uma enquete no meu Instagram e mais da metade me respondeu que não sabe flertar e também não sabe perceber quando alguém está flertando com eles. Não é a toa que tem pouca gente beijando na boca. Então resolvi criar umas dicas práticas pra você, querido ou querida, usar pra conquistar fulaninho ou fulaninha.

  • Olha pra cá

Quem nunca trocou olhares com alguém numa sala de aula ou no transporte público não sabe o quão gostoso é. Se você sente que a pessoa retribui o olhar, dá um sorrisinho, custa nada. Pode demorar mais um pouco olhando também, tem problema não. É pra ficar na cara mesmo.

PS: se você viu que a pessoa te percebeu mas não retribuiu os olhares, para.

  • Puxa papo furado

Se vocês se conhecem, tenta puxar um assunto. Pra quebrar o gelo até falar do tempo serve. Fala que tá calor. No Rio de Janeiro tá sempre calor. Vê como a pessoa reage, se ela quiser ela puxa assunto também.

  • Capricha nos likes

Essa é a dica que eu não queria dar porque sinceramente, me vem quase um desgosto o fato das relações sociais se entrelaçando com as das redes sociais, maaas, uma amiga muito sábia minha bem disse “quem sabe usar o instagram não precisa de Tinder”.

  • Me marca em memes

Brinks, mas tenta descobrir o que o fulaninho ou a fulaninha gosta, manda uma música nova pra elx ouvir, ou recomenda um filme. Essa troca de interesses é uma delícia, e é bom pra sentir se a pessoa tem algum interessezinho. Se elx fez pouco caso, talvez seja uma boa deixar pra lá. Mas, se quiser ter certeza se você tem ou não chances, ultima dica a seguir.

  • Bora tomar uma cerveja

Chama pra sair. É o melhor jeito de demonstrar interesse e descobrir se pode existir algum do outro lado também. Eu, pelo menos, nunca chamei um fulaninho pra sair sem ter esse interesse. É claro eu posso muito bem sair com o tal e perder o interesse lá na hora, até porque, certas pessoas tem o dom de se tornarem completamente broxantes quando abrem a boca pra contar vantagem. MAS, pra todos os casos, chamar pra tomar uma cerveja é bem direto e não ofende. Se a pessoa recusar, aí, queridx, parte pra próxima.

É certo que nada escrito aqui vai convencer ninguém a gostar de ninguém. Mas ajudam pelo menos a descobrir se o crush te quer também.

Eu sei que flerte é uma insegurança constante. Você não sabe se fulano ta te dando mole mesmo ou é da sua cabeça. Aí quando você se convence de que sim, elx ta interessadx e AGORA VAI, todas as mil e uma expectativas começam a se acumular em você e cresce uma ansiedade e um medo de dar tudo errado. É um negócio isso de flerte, pros emocionalmente preparados, não é mesmo?

Não. A gente tem que mudar isso na nossa cabeça de que rejeição é o fim do mundo. Não é, a gente sobrevive. E outra, não são só os equilibrados e zens que se relacionam, se apaixonam. Ter um relacionamento, amar alguém, é, muitas vezes, perder um pouco de equilibro. Mas enfim, antes de chegarmos no amor temos o flerte. Que não é tanto mistério assim. Se joga mais, sabe? Se expõe um tiquinho, vai que dá certo? E, cê não der, bola pra frente.

Tem muita gente no mundo, muita gente que vai te magoar, quebrar suas expectativas e seu ego. E muita, mas muita gente pra flertar, paquerar, se apaixonar,  amar e ser correspondido.