Roberta é uma das minhas amigas mais inteligentes. Ela adora política, moda, arte de rua e cinema. Roberta lê muito, desde a Vogue até a Piauí. Tem olhos brilhantes, combinando com os cabelos. É proativa, aquela amiga que não desiste de você, mesmo que você já tenha. Roberta tem muito amor no coração, e mesmo que machucado, ele insiste. Roberta é tudo isso e mais, mas ela não sabe.

A conheci na faculdade, tínhamos amigos em comum. Ela namorava um menino apaixonado por ela e, juntos, eram o tipo de casal que eu gostaria de ser com alguém. Eu gostava dos olhos e da simpatia de Roberta. Uma das primeiras coisas que me disse, é que sempre me via pelos corredores e me achava estilosa. Assim, sem pudor, sem vergonha, sem mais nem menos.

Nos tornamos grandes amigas. E tudo o que me acontecia, eu pre-ci-sa-va contar pra Roberta. Com ela, tudo é um grande acontecimento, desde uma cervejinha com os amigos no baixo gávea até mais um nome divulgado na Lava-Jato.  Se o carinha que eu tô interessada me mandava um oi, “MEU DEUS MAS E AI COMO FOI A CONVERSA CACETE CONTA TUDO AMIGA”. Mas acontece que, atualmente, Roberta anda sem o brilho nos olhos. Roberta não parece feliz.

E eu sei o que aconteceu. Aquele namorado dela… me recuso a perder mais de duas linhas com essa decepção de ser humano. O fato é que o relacionamento acabou, e acabou com Roberta também.

Agora, o foco é: macho. Não simultâneos, ela emenda um no outro. Eles não sabem nada de política, musica, arte, literatura, história, matemática, moda, cinema, filosofia, arquitetura, qualquer coisa. Eles não sabem nada de qualquer coisa. E não são boas pessoas ou gentis ou educados, ou simpáticos ou  amáveis. São inaceitáveis. São apenas homens. Não preciso dizer que Roberta não merece isso, mas ela não sabe.

Eu sei que algum dia ela vai conhecer um alguém incrível, do jeitinho que ela merece, mas não é o que eu quero. Eu quero que Roberta não precise de ninguém pra ser Roberta. Quero que ela escolha uma festa pelo tipo de música ou lugar e não por quem vai estar lá. Quero ver a diversidade que existe em seu guarda-roupa. Quero que ela passe o dia sem receber mensagem alguma e sem sentir falta. Quero que ela se apaixone por um livro novo. Quero que ela fique animada consigo mesma. Roberta é incrível, mas ela não sabe. Eu quero que ela saiba.