Todos os dias, desde que nascemos, somos bombardeados de informações que de tanto ouvir/ver, acaba entrando no nosso inconsciente e vira parte da gente, a gente reproduz sem nem percebermos. É o que acontece com a industria da beleza e a imposição do atual padrão de beleza da nossa sociedade.

São tantas fotos, comerciais, novelas, banners e tantas outras coisas que vemos diariamente e falam que o corpo magro é o certo, e é que isso é que vocês tem que seguir, que nós seres humanos, que SEMPRE vamos querer fazer parte do coletivo e nos encaixar, vamos atrás daquele padrão a qualquer custo. Isso pode desencadear várias discussões e insights, mas vamos tratar de como essa imposição traz infelicidade para a nossa sociedade.

Ver algo, querer ser algo e não conseguir ser gera uma frustração, e sofremos essa frustração todos os dias. Em relação ao corpo, isso é muito mais forte, há uma preocupação muito grande em ser o que mandam a gente ser (pessoas magras). As pessoas entram em dietas malucas, colocam a saúde em risco para chegar naquele padrão que falaram que é o certo, mesmo assim, ainda há uma frustração porque aquilo ali que te mostram… não existe! Ainda assim, continuamos tentando chegar lá, e não importa o que vai te custar, você vai querer ter aquele corpo magro imposto (e manipulado) pela mídia.

Então começam a se odiar, entrar em depressão, ansiedade, sentimento de impotência, falta de amor próprio, negação com seu corpo gordo, se olham no espelho e não querem mais aquilo. Aí que nascem os transtornos alimentares como bulimia e anorexia, depois de tantos “fracassos” e frustrações com dietas, as pessoas começam a procurar outra forma de alcançar o corpo “desejado”. Essas pessoas raramente se assumem com a doença então nós não temos nem noção de quantas pessoas são atingidas por essas doenças. No Brasil, cerca de 49% de pessoas gordas, sofrem desse tipo de transtorno para obter o emagrecimento desejado.

Nós não podemos mudar a indústria ou o que circulam de fotos manipuladas ou o comentário das pessoas, mas podemos mudar como nós vamos reagir ao ver isso. É mais que claro que seguir esse padrão impossível traz  ansiedade, depressão e vários outros transtornos, então para que segui-los? Nada é mais importante que nossa saúde, principalmente a mental. Então antes de se odiarem, entrarem em uma dieta maluca, pensem nas conseqüências. Não vale a pena colocar sua vida em risco para ser algo que não existe.