16231324_1234699486566668_798340997_o

Olá! Mais um post da série sobre Porto de Galinhas falando das 2 melhores coisas da vida: praia e comida!!

O que fazer:

Porto de Galinhas é privilegiada com cerca de 12 quilômetros de praia com direito a muitos coqueiros e barreiras de recifes que formam piscinas naturais cristalinas. Ou seja, o que não vai faltar na sua viagem é mar, sol, areia e lugares de tirar o fôlego pra curtir. Mas antes de falar sobre qualquer passeio, é importante ressaltar que nessa região tudo depende das marés. Nesse site aqui você consegue ter uma previsão das marés para ano todo, lembrando que o ideal para a grande maioria dos passeios é a maré baixa. Pra ver a tabúa das marés no site é só se basear por Porto de Suape e colocar mês e ano desejados.

A praia mais central é a Praia de Porto de Galinhas, é de lá que sai o passeio mais famoso, para as piscinas naturais que são cartão postal da vila. Você tem 2 opções, fazer o passeio de jangada clássico ou ir por conta própria andando pelos corais. O passeio de jangada custa 25 reais por pessoa e dura cerca de 45 minutos. Para ir pelos corais é preciso entrar numa fila para receber sua pulseirinha de acesso da prefeitura, isso porque existe um número limitado de pessoas por dia para fazer essa visita.

Ainda sobre piscinas naturais uma outra opção é o Pontal do Cupe, na praia do Cupe. O legal de lá é que as piscinas na maré baixa ficam à beira mar e não é preciso pegar uma jangada ou andar para chegar até elas. Além disso, como não são tão famosas como as da praia anterior elas ficam menos cheias e você consegue curtir mais tranquilamente. Se tiver que escolher apenas uma, eu indicaria essa.

A praia de Muro Alto é ótima para passar o dia e ir com a família. A barreira de recifes de corais faz com que a praia seja praticamente uma enorme piscina, perfeita pra relaxar, não dá nem vontade de sair da água. Lá você também pode alugar caiaques e pranchas de stand up. Recomendo que vá cedo para evitar engarrafamento e garantir seu lugar em um dos quiosques.

A praia de Maracaípe tem o mar mais agitado e por isso é o point do surf de lá. Mas se você caminhar até o final da praia vai chegar num lugar lindo demais, o encontro do mar com o rio que chamam de Pontal de Maracaípe. Lá você tem a opção de fazer um passeio de jangada onde é possível ver cavalos marinhos em seu berçário natural, entre outros animais específicos dessa área.

Bom, deu pra perceber que o que não vai faltar são coisas para fazer e ver. Uma opção comum e que eu super recomendo também, é fazer um passeio de bugre. Por 200 reais você pode fazer o passeio de 6 horas que vai de uma ponta a outra de Porto de Galinhas, passando por todas as praias. O legal é fazer esse passeio no primeiro dia e depois escolher os lugares que você quer voltar e aproveitar mais.

Onde comer:

Confesso que eu tava ansiosa pra falar essa parte. Eu já amo comer de qualquer forma, a comida do nordeste então nem se fala, sou apaixonada real. Existem algumas coisas que você não pode deixar de comer quando for pra lá. Carne de sol com queijo coalho, macaxeira frita (ou aipim mesmo), tapioca, bolo de rolo, cartola, ensopado de aratu, entre muitas outras delícias típicas. É um melhor que o outro, não deixe de provar tudo.Quando estava por lá muitas vezes acabava comendo nos passeios mesmo, em quiosques ou nos carrinhos que passavam na praia, e não decepciona viu. Mas em questão de restaurante, fui a três no centro que recomendo fortemente.  São eles:

Restaurante Maná: É um restaurante super típico desde os pratos, até a decoração. O preço é justo, a comida é muito boa e o ambiente agradável. Pedimos a Carne de Sol Maná, que acompanhava queijo coalho, arroz, feijão, farofa, macaxeira frita e vinagrete. Lá eu também comi a melhor cartola da vida. Para quem não conhece cartola é uma sobremesa da região, feita com queijo, banana e canela.

MaRdioca: O prato que dá nome ao restaurante é um escondidinho de mandioca delicioso, mas ele não deixa a desejar em nenhuma das outras opções do  seu cardápio. Como os pratos eram individuais e cada um pediu uma coisa diferente, acabei provando vários. Bife a parmegiana, lasanha, peixe com legumes, macarrão aos quatro queijos, lá não tem erro. A cartola também era muito boa e vinha acompanhada de sorvete de creme. Além disso, o restaurante em si é uma graça.

Temakeria e Pizzaria do porto: Fui nesse restaurante sem esperar muita coisa e me surpreendi. O japa era incrivelmente bom, pedimos também uma porção de camarão empanado que estava surreal. Super recomendo

É isso gente, espero que tenham curtido um pouquinho da minha experiência nesse pedaço de paraíso. Até a próxima trip! :)