Alô, galera!

Estamos vivendo em um novo tempo, afroempreendedores vem surgindo com força e garra representando toda a população negra que precisa ser vista e ouvida, sendo porta voz na sociedade através de suas artes protestando pela igualdade, contra todo o tipo de preconceito e racismo. A luta ainda está longe de terminar, mas cada espaço conquistado é uma vitória!

Posso falar? A cada dia que passa sinto-me mais orgulhosa de estar descobrindo novos artistas que vem fazendo seus trabalhos de forma bela e importantíssima, enaltecendo a beleza negra e dando um up na auto-estima de tantas pessoas por aí com muito empoderamento, arte e cultura.

meditation

Dentre tantos artistas, hoje – aqui na nossa coluna – apresento à vocês a Maria Chantal, uma jovem designer e estilista de 22 anos, natural de Luanda, Angola, que mora no Brasil desde 2000. Desde pequena apaixonada por moda, sempre teve uma certeza dentro de si: moda não é algo que você tem que se enquadrar, você precisa ser original, ser você mesmo!

Ela sempre fazia ilustrações,  e quando teve a oportunidade de fazer um curso de produção de moda no Senac em 2012, adquiriu muitos conhecimentos e fez muitos amigos criando sua primeira marca batizada de Nada em Comum – Customização.

No período entre 2010 e 2014,  Chantal fez uma auto análise e resolveu dar uma pegada nova aos seus planos e seu próprio interior: assumiu seu crespo e infelizmente logo começou a sofrer racismo de forma direta e indireta. Como guerreira que é, transformou essas críticas em inspiração e começou a fazer camisetas que tivessem relação com a comunidade negra, algo que fortalecesse as pessoas a enfrentar o sistema racista e os ataques à auto estima negra. Então nasceu a marca Maria Chantal, que leva o nome da designer.

Coleção Adinkra: cada simbolo possui um significado de beleza, amor, feminilidade.

Coleção Adinkra: cada simbolo possui um significado de beleza, amor, virtude, sabedoria e feminilidade.


A marca leva muito a sério o assunto sustentabilidade. Maria não utiliza nenhum plástico nas peças, somente tecidos ou papel biodegradáveis. Não utiliza etiquetas pois estampa no próprio tecido todas as informações que precisam estar contidas em cada produto. Demais, né?!

450xN

Cabelo crespo <3

Ecobag- Cabelo crespo é lindo!

Ecobag- Cabelo crespo é lindo!

Adesivos e os chaveiros que são feitos das sobras de tecidos das camisetas.

As embalagens da marca são um caso de amor à parte. Todas são feitas de retalhos de tecidos doados pelas marcas parceira@o_gue, @voudezinga e @a_quixotesca e as clientes piram porque depois dá pra usar para guardar várias coisinhas e levar pra qualquer lugar! Quem não ama esses saquinhos?

image1 (1)

Importantíssimo lembrar que todas as peças são recicladas, feitas a mão e customizadas! Bora fortalecer? Vejam mais no site, Instagram da loja e no Instagram pessoal.

Beijos e até o próximo post!