A grande marca de sportswear Nike revelou grandes planos de chegar ao ano de 2020 com um plano de vendas perto dos U$50 bilhões. Isso indica que, além de um crescimento de mais de 10% ao ano, a responsabilidade ambiental da empresa também precisará aumentar. Em 2015 foi feito um relatório de sustentabilidade onde a empresa garantiu que seguirá rigorosamente os padrões que assegurem menos impactos ambientais. Mark Parker, CEO da Nike, afirmou que a empresa vem seguindo esse caminho há um tempo.

A revista Fortune publicou que 70% dos produtos de vestuário e calçados da marca são produzidos com componentes recicláveis.

nike-sustentavel-1200x898

“Nós adotamos a inovação sustentável como uma poderosa ferramenta para o crescimento e como um catalisador de mudança”, afirma Mark.

Muitos objetivos foram divulgados no relatório distribuído aos investidores, metas como lixo zero em aterros até 2020, produtos 100% vindos de empresas que tenham padrões ecológicos da Nike e alcançar, até 2025, o uso de energias 100% renováveis (eólica, solar ou geotermal) nas fábricas da empresa, de acordo com a padrão de cada uma.

Hannah Jones, vice-presidente de sustentabilidade da Nike, contou que o relatório divulgado foi além de um desenvolvimento sustentável, acabou se tornando uma grande meta para inovações e projetos futuros da marca. Segundo Hannah, desperdício é dinheiro, tempo e falta de sustentabilidade. Ela garantiu que toda equipe da Nike está pensando em diversas maneiras de como transformar o lixo e o desperdício em ativos financeiros sustentáveis para a empresa a longo prazo.

Achei um grande passo. E vocês, o que acharam?