Influente no mercado, a Levi’s traz há um bom tempo uma boa reputação quando se fala de práticas sustentáveis na indústria da moda. Um exemplo disso foi a sugestão do CEO Chip Bergh que deixou muita gente chocada ao declarar que seu par de jeans favorito, que ele inclusive usa a mais de um ano, não viu até hoje uma máquina de lavar. A declaração foi feita durante evento de sustentabilidade . E quando ele foi questionado sobre a frequência com que se deve lavar os jeans, ele foi bem claro: se você conversar com especialistas em tecido, eles vão te dizer para nunca lavá-los.

Sei que isso soa nojento, mas acredite, é possível. Você pode passar um pano úmido e colocar pra secar, e funciona. Nunca tive problema de pele, nem nada parecido.

levis-ecod

Esse método foi criado para os consumidores evitarem lavar o jeans com muita frequência, além do esforço para eliminar substancias tóxicas da cadeia produtiva. A novidade agora é uma coleção de calças feitas com sobras de rede de pesca e carpetes antigos.

O portal Treehugger informou que a nova coleção foi pensada e desenvolvida em parceria com a Aquafil, marca italiana especializada na fabricação de nylon sustentável. As calças são fabricadas com o nylon Econyl, feito a partir de materiais descartados, e quem realiza a coleta das redes de pesca – que antes poluíam o oceano – são os mergulhadores da organização Healthy Seas Initiative. A quantidade desse tipo de resíduo no fundo do mar é estimada em 640 mil toneladas, o que representa uma ameaça constante a vida marinha.

A fabricação da linha 522 da Levi’s consome menos água do que o processo de confecção tradicional, de acordo com os criadores da coleção. O objetivo é incentivar os clientes a consumirem o recurso com responsabilidade. As calças dessa linha têm 61% de algodão, 38% de Econyl e 1% de elastano.

Incrível né?

Espero que tenham gostado.