Oi, gente! Me deram essa sugestão de post e eu fiquei super interessada, porque são dois temas que me interessam muito: capas de revista e a loucura de Dali.

Pra quem não sabe, Salvador Dalí foi um dos mais importantes pintores surrealistas da história, inspirado pelos mestres do Renascimento. Suas obras combinam imagens bizarras, oníricas e com qualidade plástica superior. Já trabalhou com grandes personalidades como Walt Disney e Hitchcock, o que não limita seus trabalhos somente à pintura, também era escultor, cenógrafo e produtor (assistam “Un Chien Andalou”)

O trabalho com a Vogue foi feito entre 1930 e 1970, aproximadamente, e conta com ilustrações de várias capas, de acordo com seu ponto de vista e estilo.


(Minha preferida)

Ao ver essas obras, tive pelo menos 3 interpretações de cada uma, e na minha opinião, isso é fascinante. A massa consumidora desse tipo de revista está mais do que acostumada a ver capas com modelos superproduzidas, maquiadas, em estúdios ou locações esplendorosas, e ao verem a arte de Dalí, se assustaram, pois com certeza fugia do comum.

Bem, isso dá assunto pra mais uma longa conversa, então pra finalizar, deixo aqui uma das suas obras mais famosas, que inclusive ganhou várias outras releituras (muitas delas super engraçadas). O nome é “A persistência da memória”, finalizada em 1931:

Espero que tenham gostado!

Beijos,
Bruna.